Hong Kong e seus encantos

A Nova Iorque Asiática, se assim pudermos chamar Hong Kong, que seja merecido. Essa incrível cidade impressiona a todos que aqui chegam.

 

Viajante, oi, oi, oi!

 

Estou tendo a oportunidade de compartilhar com você um pouco das minhas viagens pelo mundo. Meu nome é Thaianá Di Domênico e resido na cidade de Dongguan, China, desde 2013. Trabalho com exportação, mas o que gosto mesmo é desbravar o mundo. O ponto de partida é pela minha querida China, terra de Mao, mais precisamente por Hong Kong.

 

Para quem quer conhecer um pouco dessa linda e fascinante terra, indico começar por Hong Kong, onde nós brasileiros não precisamos de visto. É conhecida por seu horizonte repleto de arranha-céus. Uma vista incrível fica na Avenida das Estrelas (localizado na Victoria Harbour). Vale a pena ir tanto durante o dia quanto à noite. E é às 20 horas que acontece a Sinfonia das Luzes. É uma linda performance de laser com música que apresenta 47 edifícios localizados na Ilha de Hong Kong. Tudo free. O espetáculo dura cerca de 15 minutos e é dividido em cinco cenas, cada uma comemorando um aspecto diferente da cultura de Hong Kong.

 

Para se locomover para a ilha, uma opção rápida é de metro, porém acredito que a melhor seja ir vendo a super vista entre o continente e a Ilha de barco. Essa viagem tem duração de, no máximo, 10 minutos e é muito em conta, em torno de HKD 2,80. Em reais, algo como R$1,25.

 

Chegando na ilha pegue o ônibus, número 15, para o The Peak, que fica exatamente na frente de onde descer do barco. A ida de busão já vai dar uma baita visão da cidade. No The Peak terá souvenirs (chaveiros, ímãs, coisas chinesas) para quem curte colecionar, Museu da Madame Tussaud , shopping com restaurantes e uma vista magnífica da cidade.

 

hong-kong
Vista do The Peak da cidade à noite.

Na volta, pegue o bondinho que desce quase verticalmente em poucos minutos. Caminhe pela cidade, esta região da ilha é uma mistura de lojas de grifes com a China antiga. Do outro lado da ilha também tem praias bacanas como Stanley e Repulse Bay.

 

Para quem está com tempo na cidade, ela oferece várias atrações como parques temáticos, Ocean Park, e um parque da Disney.

hong-kong_disney
Chegando na Disney Hong Kong.

hong-kong_disney

Perto do aeroporto está localizado o Big Buddha. Uma estátua do Buddha Shakyamuni.  Vale a ida pelo visual que se tem do bondinho (20 minutos) e por estar totalmente fora dos parâmetros de arranhas céus espalhados por toda a cidade.

Era isso pessoal, no próximo post adentraremos a terra de Mao. Abraços e até breve.

Leia também:

Batou Village em Dongguan – China – por Angélica Colombo

Como Solicitar o Visto Americano de Turismo em 2018 – por Andréia Colombo

Thaianá De Domênico – Viajante e apaixonada pelo mundo!
Publicado em 24 de abril de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *